Qualidade de vida na terceira idade

0

A população mundial está cada vez mais velha. De acordo com projeções demográficas, a população da terceira idade no Brasil em 2020 estará com mais de 26,3 milhões, isso é quase 12,9% da população total. O índice de sobrevida e longevidade está aumentando, e oferecer melhor qualidade de vida na terceira idade, tem sido cada vez mais importante.

Qualidade de vida na terceira idade

Qualidade de vida na terceira idade

 Mesmo que o conceito de qualidade de vida na terceira idade tenha diversas variáveis, relacionadas aos grupos populacionais. Promover uma boa saúde física, emocional e mental ainda é o foco. Já que nesta fase da vida os problemas de saúde em um âmbito geral tendem a aumentar.

Porque os problemas de saúde aumentam na terceira idade?

Isso acontece muitas vezes porque nessa época da vida as pessoas diminuem o envolvimento com atividades físicas vigorosas e até mesmo moderadas ao longo dos anos. O que acaba aumentando as chances de desenvolvimento das doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), como:

  • Hipertensão,
  • Diabetes tipo 2,
  • Doenças coronarianas,
  • Acidente vascular cerebral (AVC),
  • Osteoporose,
  • Artrite.
  • Problemas respiratórios.
  • Desvios posturais, e mais algumas.

Diante disso, é preciso alertar e garantir a essa população medidas preventivas para que exista uma qualidade de vida na terceira idade no mínimo satisfatória. É fundamental que a população possa envelhecer ativa e com saúde.

Como envelhecer de maneira saudável?

Para que seja possível chegar à velhice com saúde e ter mais qualidade de vida na terceira idade. A palavra de ordem é a prevenção! Ela deve ser embasada em cuidados como dieta e prática de atividades físicas, compatíveis com as condições gerais de cada um.

A garantia de uma melhor qualidade de vida na terceira idade vem com o conhecimento de condições de vida como: saúde, economia e suporte social. Para que assim seja possível atender as demandas de cada indivíduo, relacionadas a condições sanitárias, econômicas, emocionais e mentais.

Assim como é preciso que o governo e a família estejam atentos às necessidades dos idosos. É preciso que eles próprios também tenham ciência da necessidade de criar novos hábitos para que a qualidade de vida na terceira idade seja uma verdade completa.

Idosos mais ativos

As organizações públicas e privadas, lentamente promovem a criação de centros de convivência, clubes, parques, paróquias, universidades abertas da terceira idade que prestam serviços voltados a essa população, e mais alguns benefícios para que os idosos possam interagir mais, praticar atividades físicas e conquistar a qualidade de vida na terceira idade que é de direito deles.

E isso tem surtido efeito, já que há algum tempo, eles têm trocado o tricô, o banco da praça e o velho e bom xadrez por formas mais modernas de socialização. Frequentando academias de ginástica, aulas de informática, faculdades e diversos lugares que, a apenas alguns anos atrás não era comum encontra-los.

Isso significa que está se criando um novo comportamento entre os idosos, eles estão mais ativos e interagindo mais, buscando novas experiencias e as somando com toda sabedoria de vida acumulada. Esse é o caminho ideal para se alcançar uma boa qualidade de vida na terceira idade. Atividades físicas, viagens e encontros com os amigos. Além do cuidado com a alimentação, são fundamentais para ajudar o idoso a envelhecer de forma saudável e feliz.

Dicas para ter uma qualidade de vida na terceira idade muito melhor

De acordo com a psicologia, existem algumas dicas práticas que ajudam no processo de envelhecimento saudável, tanto na parte física como mental. São dicas simples e fáceis de serem aplicadas, que garantiram uma enorme melhora na qualidade de vida na terceira idade.

  • Aceitar a nova idade: autoestima é fundamental! Perceba que a terceira idade é a chance para viver novas experiências e fazer o que sempre quis. Mas nunca teve tempo;
  • Cuide do seu corpo: faça sempre checkups médicos, alimente-se de maneira saudável, pratique alguma atividade física como dança ou caminhada 3 vezes por semana já são suficientes para prevenir doenças;
  • Cuide sempre da sua mente: faça atividades que estimulem o raciocínio e previnam a perda de memória. Leitura, estudo de novas línguas, palavras cruzadas e mesmo o xadrez ajudam muito;
  • Tenha uma vida social: use seu tempo livre para fazer novos amigos. Seja parte de um grupo, na igreja, no bairro ou em programas assistenciais. Isso ajuda a evitar sintomas da depressão associadas ao envelhecimento.
Qualidade de vida na terceira idade

Qualidade de vida na terceira idade

 

Não perca o foco

Nessa busca por uma maior qualidade de vida na terceira idade é fundamental manter um equilíbrio entre as potencialidades e as limitações, que são inevitáveis do processo de envelhecimento.Faça todas as atividades sugeridas dentro das suas possibilidades, não se atropele na busca de uma melhor qualidade de vida e arrume problemas futuros. Essa meta pode ser alcançada com criatividade e lazer. Sem dispensar os cuidados com a saúde.

Leia também nosso artigo de Qualidade de vida na família, e descubra dicas ótimas para melhorar o seu convívio em casa!

Compartilhar.

Sobre o autor

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: