Gravidez depois dos 40

0

 

Tem crescido o número de mulheres que deixam a maternidade para depois, seja por questões profissionais ou pessoais, o fato é que está cada vez mais comum a gravidez depois dos 40. Ou porque elas estão focadas em uma promoção ou no sucesso profissional, ou porque não encontraram ainda o homem ideal para se ter um filho.

Gravidez depois dos 40

Gravidez depois dos 40

Gravidez depois dos 40

A gravidez depois dos 40 pode trazer uma série de complicações, a começar pela concepção. Se a mulher nunca teve um filho, as chances de infertilidade depois dos 40 aumentam muito. As chances de uma mulher engravidar naturalmente, sem a ajuda da medicina, depois dos 40 anos são de 12%. Preparamos esse artigo para que você entenda um pouco mais sobre o assunto.

Desvantagens de uma gravidez depois dos 40

Existem outros fatores que são somados como desvantagens na gravidez depois dos 40. Além da dificuldade da concepção, que se deve a baixa da produção de óvulos nessa idade. Também existem preocupações como:

  • Geração de bebês com doenças cromossômicas: como a Síndrome de Down por exemplo. Depois dos 40 anos os óvulos produzidos pela mulher carregam maiores chances de problemas cromossômicos.
  • Abortos espontâneos: a incidência de abortos espontâneos em gestações depois dos 35 anos é de 25%.
  • Diabetes e hipertensão gestacional: a chance de a mulher ter problemas de diabetes e/ou hipertensão gestacional também são maiores em uma gravidez depois dos 40. Para evitar esses problemas, a mulher deverá fazer exames como análise cardíaca e glicêmica. Além de possíveis problemas com a placenta ou no parto
  • Pré-natal mais cauteloso: será preciso uma bateria de exames e uma série de cuidados para que corra tudo bem na gestação. Por isso, a gravidez depois dos 40 é considerada uma gravidez de risco, e os cuidados com o pré-natal são redobrados.
  • Maiores chances de bebês prematuros: as mulheres com mais de 40 anos têm maiores chances de ter um bebê com baixo peso ou prematuro, sem mencionar que muitas dessas crianças terão mais chances de desenvolver o diabetes tipo 1 ou a hipertensão no futuro. E a taxa de natimortos também é mais alta.

Além desses problemas ainda existe a maior chance de desenvolver trombose. Já que depois dos 40 a circulação começa a apresentar problemas.

Vantagens de uma gravidez depois dos 40

Mas nem tudo são desvantagens, também existem pontos positivos em ter uma gravidez depois dos 40. A mais importante delas é que a mulher que se torna mãe depois dos 40 anos. Já está com a vida profissional estabilizada e poderá aproveitar muito mais a maternidade do que uma mulher de 20 anos.

Além disso, as mães com mais de 40 anos são mais pacientes e conscienciosas, nessa fase a mulher está mais madura, e sabe que a pressa não é boa conselheira. Mesmo o parto tende a ser mais tranquilo, assim como os primeiros dias do bebê. O risco de depressão pós-parto é muito menor, e elas lidam muito melhor com as mudanças no corpo nessa fase também. A gravidez depois dos 40 anos, produz mães mais presentes e que aproveitam mais cada minuto do bebê.

Gravidez depois dos 40

Se você está tentando uma gravidez depois dos 40, não desanime

Depois de ler até aqui, pode ser que você esteja meio desanimada. Mas essas informações não são regras, e existem mulheres que conseguem uma tranquila gravidez depois dos 40, e dão à luz a bebês saudáveis e felizes.

Vivemos em um momento muito bom para mulheres que estão tentando engravidar depois dos 40 anos. Com a uma grande variedade de tecnologias e métodos de fertilização assistida. Se por um lado, as chances de conseguir engravidar com uma inseminação artificial caem a partir dos 35 anos, por outro, a probabilidade de conseguir engravidar com óvulos doados permanece alta, com uma taxa maior que 50% de partos tranquilos e bebês saudáveis.

As mães com mais de 40 anos que usam óvulos doados por mulheres de 20 a 30 anos, tem menos riscos de aborto espontâneo e anomalias genéticas.

O que fazer para engravidar depois dos 40 anos?

Existem algumas precauções que devem ser tomadas por todas as mulheres que resolvem engravidar. Independentemente de sua idade. É preciso procurar um médico e dar início a uma série de exames e cuidados.

Se você tem mais de 40 anos é possível que seu médico primeiro recomende um período de “testes“, em que você e seu parceiro deverão ter de 2 a 3 relações sexuais por semana, durante alguns meses. Assim, será mais fácil para o médico e vocês terem certeza de que a gravidez natural é improvável e partam para a um tratamento de fertilização.

Na maior parte dos casos, os médicos recomendam que as mulheres com mais de 40 anos procurem um especialista em fertilidade imediatamente. Especialmente em casos de menstruações menos frequentes, ou ainda de parceiros com problemas de produção de esperma.

Se você gostou do nosso artigo sobre gravidez depois dos 40. Acompanhe nossa série de artigos sobre gravidez, com artigos sobre Gravidez de Risco e muito mais.

Compartilhar.

Sobre o autor

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: